Energia Solar

Energia Solar

Rodovia solar à caminho da histórica Rota 66 nos Estados Unidos

Por Lorraine Chow 

O Departamento de Missouri de Transporte (MoDOT) anunciou planos para instalar painéis solares em uma parada de descanso ao lado da lendária Rota 66, como parte do departamento "Iniciativa para a Estrada do Amanhã."

 A histórica Rota 66 no centro de Conway, no Missouri, receberá os primeiros painéis solares de estrada do país em uma via pública. "Parte da razão pela qual nós escolhemos este local é por causa da histórica Rota 66", conta Laurel McKean, engenheiro assistente do MoDot ao noticiário KY3. "Você sabe, aqui está uma das principais estradas do país, além de ser icônica para os Estados Unidos, podemos usar a história para potencialmente criar o futuro."

Os painéis foram desenvolvidos pela Solar Roadways, uma startup sediada em Idaho fundada por Scott e Julie Brusaw. Seu projeto recebeu toneladas de atenção em 2014 depois o mundo captou o ambicioso plano de aproveitar a energia absorvida todos os dias por estradas e estacionamento do país. O vídeo viral "Solar FREAKIN’ roadways" foi visto mais de 21 milhões de vezes até a data.

O noticiário KY3 informou que MoDot vai primeiro testar um trecho de painéis de 3,65x6,09 metros em uma calçada que conduz à entrada principal da parada de descanso. "Esta é a primeira fase, e esperamos que no futuro possamos movê-lo para o fora, no estacionamento talvez, e então, para a área de turismo", disse McKean.

Os painéis não ajudarão apenas na geração energia para a parada de descanso, também serão aquecidas para impedir o acúmulo de neve e gelo. "O que é tão atraente para a receita pública frente a uma aprovação, é que não temos mais que considerar estradas, calçadas ou pavimento, isto traduz em menos material, menos cloreto, menos coisas que poluem o meio ambiente, além do aspecto da obtenção de energia", explica McKean.

"Nós desejamos que estejam implantadas. Eu estou esperando, até o final deste ano, talvez antes que a neve caia" afirma Tom Blair, líder do departamento “Iniciativa para a Estrada do Amanhã” ao jornal The Kansas City Star, acrescentando que o projeto poderia trazer "a história e o futuro juntos."

A campanha para arrecadar fundos para a Solar Roadways em 2014 gerou 2,2 milhões de dólares, duplicando a sua meta de 1 milhão de dólares. O projeto também recebeu três contratos de financiamento do Departamento de Transportes dos Estados Unidos, com o seu mais recente contrato adjudicado em novembro de 2015. Em abril, o Departamento de Comércio Idaho aprovou uma doação de 48.734 dólares para configurar um projeto de demonstração das Estradas Solares dentro dos limites da cidade natal de Brusaw de Sandpoint.

Blair diz que o departamento irá preparar sua primeira arrecadação de fundos com o intuito de "pedir dinheiro para fazer o nosso projeto piloto de rodovia fotovoltaica ainda maior e melhor." Além de criar eletricidade renovável, os painéis apresentam luzes LED para criar linhas e sinalização (sem pintura), com o propósito de melhorar a condução noturna. Os painéis hexagonais são modulares e permite assim reparos fáceis, já que um painel quebrado pode apenas ser trocado por um novo.

O programa Estradas Solares é um dos vários projetos-piloto do MoDOT para promover a tecnologia de transporte no estado. Outros programas incluem pavimento inteligente, controle de tráfego inteligente e "platooning truck", que liga caminhões comerciais através da tecnologia sem fio e, assim, permitir os caminhões seguirem a uma curta distância entre si, a fim de economizar o consumo de combustível, por dirigirem a uma velocidade mais constante, e deixar a segurança reforçada.

"Fica Missouri e MoDOT preparado para inovações do século 21", disse Blair e acrescenta, "Precisamos entrar no jogo como estado e como uma agência". Missouri não é o único a querer um percurso fotovoltaico. O projeto SolaRoad está em operação na Holanda desde novembro de 2014, e tem gerado mais potência que o esperado. O governo francês planeja pavimentar 1.000km de suas estradas com painéis solares nos próximo cinco anos, tal medida fornecerá energia para milhões de pessoas.

"O efeito máximo do programa, se bem sucedido, poderia ser para fornecer 5 milhões de pessoas com eletricidade, ou cerca de 8 por cento da população francesa," Ségolène Royal, o ministro da ecologia e energia da França, disse isso em concordância com a Revisão da Construção Global.

Conteúdo publicado por: CHOW, Lorraine. Solar energy. Nation's First Solar Roadway Coming to Historic Route 66. 2016. Disponível em: < http://www.ecowatch.com/nations-first-solar-roadway-coming-to-historic-route-66-1891182977.html>. Acesso em: 11 jul 2016.


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados